Simulador de custo de obras com base no CUB

O simulador de custo de obras disponibilizado no site Gerência de Obras (www.gerenciadeobras.com.br) é uma ferramenta para calcular o custo de sua obra de forma estimativa.

O cálculo é feito de forma simples, multiplicando-se a área de construção por um valor de custo por metro quadrado (m2) de obra.

O valor do custo é definido através do CUB fornecido pelo Sinduscon de cada estado. Conheça aqui como é definido este valor no site oficial da Câmara Brasileira da Industria da Construção.

Estimativas de custo de obras

Existem várias maneiras de se estimar o custo de uma obra, sendo esta que apresentamos aqui uma forma rápida de se obter um valor, com boa referência de mercado. Porém, é preciso destacar que este valor é uma estimativa.

O custo correto da obra será obtido através de uma orçamento detalhado, feito a partir dos projetos completos, por profissional devidamente habilitado.

Veja no artigo abaixo as várias formas de se estimar e definir o custo de uma obra:

Orçamento de obras exato é possível?

Simulador de custo de obras

O simulador de custo de obras disponibiliza um formulário em que você vai definir o estado no qual será feita a construção, a área a ser construída e as características da obra com base nas opções definidas pelo CUB.

Dentre as características de obra destacam-se: residencial, comercial ou galpão; padrão de acabamento baixo, normal ou alto; e número de pavimentos.

Saiba mais sobre o CUB

“O Custo Unitário Básico (CUB/m2) teve origem através da Lei Federal 4.591 de 16 de dezembro de 1964. Em seu artigo 54, a referida lei determina:

Art. 54: Os sindicatos estaduais da indústria da construção civil ficam obrigados a divulgar mensalmente, até o dia 5 de cada mês, os custos unitários de construção a serem adotados nas respectivas regiões jurisdicionais, calculados com observância dos critérios e normas a que se refere o inciso I, do artigo anterior.”

Extraimos ainda do site www.cub.org.br o conceito do CUB para que você entenda que este valor (ou conjunto de valores) são referênciais, e podem ser adotados como estimativa, assim como o fizemos em nosso simulador de custo de obra, mas não deve ser assumido como custo final da obra.

“De acordo com o item 3.9 da Norma Brasileira ABNT NBR 12.721:2006, o conceito de Custo Unitário Básico é o seguinte:

“Custo por metro quadrado de construção do projeto-padrão considerado, calculado de acordo com a metodologia estabelecida em 8.3, pelos Sindicatos da Indústria da Construção Civil, em atendimento ao disposto no artigo 54 da Lei nº 4.591/64 e que serve de base para avaliação de parte dos custos de construção das edificações.”

O CUB/m² representa o custo parcial da obra, isto é, não leva em conta os demais custos adicionais.

“Na formação destes custos unitários básicos não foram considerados os seguintes itens, que devem ser levados em conta na determinação dos preços por metro quadrado de construção, de acordo com o estabelecido no projeto e especificações correspondentes a cada caso particular: fundações, submuramentos, paredes-diafragma, tirantes, rebaixamento de lençol freático; elevador(es); equipamentos e instalações, tais como: fogões, aquecedores, bombas de recalque, incineração, ar-condicionado, calefação, ventilação e exaustão, outros; playground (quando não classificado como área construída); obras e serviços complementares; urbanização, recreação (piscinas, campos de esporte), ajardinamento, instalação e regulamentação do condomínio; e outros serviços (que devem ser discriminados no Anexo A – quadro III); impostos, taxas e emolumentos cartoriais, projetos: projetos arquitetônicos, projeto estrutural, projeto de instalação, projetos especiais; remuneração do construtor; remuneração do incorporador.” “

Quando usar o simulador de custo de obras

Você deve utilizar o simulador de custo de obras nas fases iniciais do seu planejamento financeiro, assim como o faria com outras estimativas de custos.

Nestas fase o valor pode dar ao proprietário da obra obra ou construtor uma visão bem razoável sobre os recursos financeiros que serão necessários para concluir a empreitada, possibilitando definir se haverá necessidade de financiamento ou alongamento do prazo de construção.

Os valor são estimativos, mas a base de dados é bem confiável, tanto é que o índice de reajuste do CUB é parâmetro para correção de muitos contratos de imóveis.

Então, que fazer uma simulação? Clique [AQUI] e acesse o simulador.

Se ficar com dúvidas ou encontrar alguma inconsistência mande uma mensagem e ficaremos gratos por sua atenção.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre-se e Receba nossas Publicações