Telha Solar Eternit será a revolução da Energia Solar?

Tempo de leitura: 6 min

Escrito por eliogualberto
em 3 de agosto de 2021

Telha Solar Eternit será a revolução da Energia Solar?

A Telha Solar da Eternit, fabricada pela Telhas Tégula, que é parte da Eternit, foi anunciada em 2019,  com destaque em vários sites especializados em economia, destacando a produção de telhas com painéis solares incorporados.

A produção em massa estava prevista para o segundo semestre de 2021, sendo que do momento do anúncio até hoje, a fábrica montou vários projetos pilotos para testar o sistema, em casas de vários estados.

telha solar

As telhas foram instaladas nas cidades de Ourinhos (SP), Marília (SP), Itaipava (RJ) e Cambé (PR).

A instalação de Marília, por exemplo, foi feita na área comum de um condomínio de alto padrão.

As telhas da Tégula são telhas de concreto bem posicionadas no mercado da construção, possuindo reconhecimento quanto a qualidade e bastante utilizada.

Com a utilização de 560 telhas, há uma estimativa de produção de 550 kWh/mês, com economia mensal em torno de R$ 390.

A instalação recebeu a aprovação da CPFL Energia.

A companhia também vai oferecer a telha fotovoltaica no formato ondulado de fibrocimento, chamada de Eternit Solar, que aguarda a homologação do Inmetro para iniciar os testes de campo em projetos-pilotos.

Saiba um pouco sobre a empresa Tégula

Com informações do site da empresa, que é parte do Grupo Eternit, a Tégula é a maior fabricante de telhas de concreto do país.

Os mais de 40 anos de experiência permitem que a empresa dê 20 anos de garantia e seja a líder nacional do setor.

A unidade de produção das telhas de concreto fica na cidade de Atibaia, no interior do estado de São Paulo.

Na própria fábrica da empresa já foi implantado um significativo projeto de usina fotovoltaica, com a instalação de mais de 600 painéis solares – que substituíram o uso de combustível fóssil nas câmaras de cura.

Sobre a telha Tégula Solar

Em uma descrição simplificada a telha Tégula Solar é uma telha de concreto padrão da empresa com a incorporação de pequenos painéis solares em sua superfície, conforme você pode ver na imagem abaixo:

telha tégula

Uma grande vantagem desta telha é que ela é exatamente igual as outras, o que vai dar facilidade para a instalação, além de harmonia e beleza ao telhado.

Para uma residência, sai o aspecto de instalação comercial deixado pelos painéis convencionais e fica o requinte de um belo telhado, para quem gosta deste tipo de solução, com telhas a vista.

Não há diferença no processo de execução do telhado e o catálogo da empresa apresenta várias opções de acabamento para o produto.

É possível também, na página principal do produto, ver quantas telhas são necessárias para atender um residência, com vários tamanhos diferentes.

Veja abaixo:

tabela de calculo telha solar

Há uma nota explicativa logo abaixo da tabela, com as seguintes informações:

*Potência 9.16 Wp/telha. Produção estimada com fator de incidência solar 5h/dia (média brasileira) – 1.374 KWh/mês. Telhas /m² 7.5.

Se você tem uma área de telhado de 100m2, considerando o número de 7,5 telhas/m2, vai precisar de um total de 750 telhas.

Desta 750 telhas cerca de 350 serão com fotovoltaicas.

Em reportagem da Revista Exame de 2019 o presidente da Eternit apresentou algumas informações que iriam ditar o futuro da solução:

A Eternit desenvolveu dois produtos.

A telha que foi aprovada pelo Inmetro é mais cara e voltada aos imóveis comerciais e de classe A e B, e começará a ser produzida na fábrica da Eternit em Atibaia (SP).

O próximo passo é terminar o desenvolvimento de uma telha fotovoltaica mais barata, que deve ser lançada em cerca de um ano e meio.

Neste caso, as células fotovoltaicas seriam colocadas nas telhas comuns, de fibrocimento, que hoje representam a maior parte do faturamento da Eternit e das telhas usadas no Brasil.

Segundo a Eternit, a compra e instalação da telha de concreto será de 10 a 20% mais barata que os painéis solares tradicionais, e a de fibrocimento pode ficar até 30% mais barata.

Informações técnicas relevantes da Telha Solar

Pesquisando na página de perguntas frequentes da Tégula, sobre a telha solar, destacamos algumas informações relevantes:

Durabilidade

A telha de concreto comum, não fotovoltaica, dura mais de 40 anos.

Para a geração de energia, utilizamos tecnologia de silício monocristalino, que tem durabilidade acima de 20 anos.

A vida útil e as condições de garantia da telha fotovoltaica serão divulgadas quando o produto estiver disponível comercialmente.

telha solar

Resistencia das telhas

A telha de concreto sobre a qual a telha fotovoltaica foi desenvolvida é a mais resistente do mercado.

As células fotovoltaicas são protegidas com material de alta resistência, adequado ao clima brasileiro, incluindo o granizo.

A telha fotovoltaica de concreto permite caminhar sobre o telhado, facilitando instalação, limpeza e acesso ao mesmo.

Como a base de concreto é altamente resistente, reduz o risco de microfissuras, trincas e quebras.

Como é a instalação das telhas

– A instalação das telhas é muito semelhante à instalação de um telhado comum, e, portanto, não requer mão de obra especializada.

A conexão elétrica entre as telhas é feita com chicotes pré-montados que utilizam conectores macho e fêmea de fácil conexão.

– O tamanho (365 x 475 mm) e o peso das telhas (5,2 kg/peça) facilitam o transporte até o telhado a ser instalado.

Toda instalação deve seguir as normas de segurança e a legislação vigente, efetuadas sob a supervisão de um responsável técnico.

– A estrutura do telhado é a comumente utilizada nos telhados com telhas convencionais de cerâmica ou concreto, bastante conhecida pelos profissionais do setor.

Posso substituir parte do meu telhado atual pela Telha Solar?

Há diversos tamanhos e formatos de telhas no mercado.

Apenas os modelos de mesmo tamanho, formato e com encaixes compatíveis podem ser substituídos.

A Telha Solar já está disponível? Qual o preço?

Conforme anunciado pela Eternit e divulgado nos meios de comunicação, a previsão é que as telhas sejam comercializadas no segundo semestre de 2021.

Os preços, segundo a empresa, deverão ficar na média das soluções equivalentes para energia solar.

No FAQ da Tégula sobre o preço é a seguinte:

Ainda não está definido, mas podemos adiantar que as telhas serão competitivas em preço com as atuais alternativas do mercado, com inúmeras vantagens.

O que dizer desta solução?

O mercado de energia solar no Brasil tem crescido bastante, apesar dos altos preços dos equipamentos necessários.

Esta iniciativa da Eternit é fantástica para os consumidores e instaladores.

Ter um produto de fabricação nacional e ainda compatível com as alternativas construtivas da nossa construção civil é realmente algo extremamente positivo.

Vamos esperar que realmente os preços que a empresa vai poder praticar seja, também, um fator que possibilite o crescimento desta solução de energia para as residências dos brasileiros.

Fonte de consulta:

https://www.istoedinheiro.com.br/eternit-instala-telhas-solares-com-producao-em-massa-prevista-para-o-2o-semestre/

https://exame.com/negocios/eternit-lanca-telha-de-energia-solar-e-diz-que-superou-amianto/

As imagens apresentadas foram reproduzidas a partir de publicações da Eternit ou da Tégula.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!