fbpx

GERÊNCIA DE OBRAS

Construções e Engenharia | Dicas e Informações
CUB janeiro de 2021 e Desempenho da Construção em 2020

O CUB janeiro de 2021 foi divulgado no dia 04/02 para o estado de Goiás e no Distrito Federal.

O CUB-GO/m² (R8-N) apresentou o valor de R$ 1.454,45 em janeiro. O número representa uma variação positiva de 1,32% em relação ao mês de dezembro, que registrou o valor de R$ 1.435,47.

Já o CUB-DF/m² (R8-N) apresentou o valor de R$ 1.490,83 em janeiro. O número representa uma variação de 2,69% em relação ao mês de dezembro, que registrou o valor de R$ 1.451,79.

Com estes valores do CUB janeiro de 2021 atualizamos o nosso Simulador de Custo de Obras, assim você poderá fazer suas estimativas de custo com o primeiro número oficial de 2021.

Os números do CUB mostram que a pequena queda observada no mês de dezembro/2020, não foi suficiente para interromper a sequência de aumentos nos preços da construção civil, observados desde o mês de junho/2020.

Abaixo podemos ver o gráfico de evolução do CUB em 2020 no Distrito Federal:

CUB Janeiro de 2021 - Gráfico evolução CUB DF 2020

 

Esta tendência de aumentos foi observada em todo o país, conforme dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) que possui um banco de dados do CUB médio Brasil, onde se observa aumento superior a 7%.

Lembre-se que o CUB não considera todos os custos necessários à construção de sua obra.

Para se ter o valor real do metro quadrado de uma obra, além do CUB/m², deve-se considerar os demais custos adicionais, como, por exemplo: projetos, fundações, elevadores, instalações de ar-condicionado, impostos, taxas, entre outros. 

Você pode ver em detalhes com é feito o cálculo estimativo de uma obra em alguns dos nossos artigos:

Quanto vai custar minha obra? Dá pra estimar o valor?

Plantas de Casas de 3 quartos com Custo de obra +10 Modelos

Simulador de custo de obras com base no CUB

A construção civil surpreendeu durante a Pandemia do Coronavírus em 2020 por gerar emprego e renda em várias regiões do Brasil, mesmo que muito abaixo da expectativa anterior a estes eventos.

Os benefícios concedidos para financiamento bancário de obras surtiu efeito positivo no setor.

Em 2020 a Construção Civil foi o setor que mais criou vagas de emprego, com 112.174 postos de trabalho, após o balanço entre demissões e admissões.

São dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados em 28 de janeiro pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.

Vamos ficar na torcida por boas notícias em 2021.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.